Share |

Governo prevê iniciar ainda este ano as obras no quartel da GNR de Riba de Ave

Confrontado pelo Bloco de Esquerda com a necessidade de obras urgentes no quartel, o Ministério da Administração Interna indica que “reconhece a necessidade de intervenção nas instalações” tendo sido já iniciado o processo de “levantamento exaustivo do estado das instalações” e “identificada a necessidade de investimento” no quartel de Riba de Ave após o estudo de uma alternativa/solução.

Para já, não existe ainda “nenhuma solução concreta e definitiva, nomeadamente quanto a um projeto de execução para novas instalações”, refere o MAI, apesar de já ter reunido com a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão no sentido de estabelecer uma parceria que permita encontrar uma solução rápida para o Posto Territorial de Riba de Ave.

Em resposta às questões colocadas pelo Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda no mês de fevereiro, através do deputado eleito por Braga, Pedro Soares, o MAI refere que, no âmbito da elaboração da Lei da Programação de Infraestruturas e Equipamentos para as Forças de e Serviços de Segurança (Lei nº 10/2017, de 3 de março), sendo expectativa do MAI o início do projeto de execução ainda este ano.

O BE de Famalicão considera lamentável que, quer a Câmara Municipal, quer o anterior governo PSD/CDS não tenham sido capazes de encontrar uma solução atempada para este problema, uma vez que nesta resposta do Governo é referido que quando tomou posse, não existia no MAI “nenhuma solução concreta definitiva sobre a mesma, nomeadamente um projeto de execução para novas instalações”

O BE exige que a Câmara Municipal dê seguimento à promessa feita na altura em que as forças da GNR, mudaram de instalações e, juntamente com o Governo comece o mais rápido possível a encontrar uma solução para a construção do quartel da GNR em Riba de Ave.