Share |

Bloco denuncia irregularidades da Câmara de Famalicão

Adelino Mota e Rui Costa

Cumprindo o seu papel fiscalizador da atividade da Câmara Municipal, enquanto partido representado na Assembleia Municipal, o Bloco de Esquerda, em conferência de imprensa realizada esta sexta-feira, anunciou que vai apresentar uma queixa junto dos serviços do Ministério Público no Tribunal de Contas, relativa a alguns contratos de ajuste direto realizados pela Câmara Municipal de V. N. de Famalicão.

No encontro com a comunicação social esteve presente Rui Costa, jurista da Comissão Nacional Autarca do BE, que apresentou em concreto as ilegalidades cometidas nos contratos de ajuste direto realizados entre a Câmara Municipal e as empresas DACOP e Ribeiro & Silva relativos a obras já realizadas na Avenida José Manuel Marques e rotunda do empreendedor.

O Bloco de Esquerda contesta a legalidade de adjudicação das referidas obras, visto estas serem adjudicadas depois de concluídas e inauguradas, como pode facilmente ser verificado in-loco.