Share |

Iniciativa "A austeridade é um roubo" divulgada em Famalicão

A iniciativa de âmbito nacional do Bloco de Esquerda "A austeridade é um roubo" passou por V. N. de Famalicão na passada quinta feira, dia 12 de Março.

Para além da divulgação de propostas contra a austeridade como a reestruturação da dívida, baixar os impostos sobre o trabalho e bens essenciais, taxar as grandes fortunas, repor salários, pensões e subsídios; o Bloco de Esquerda também recolheu assinaturas para a petição "Pela desvinculação de Portugal do Tratado Orçamental", de forma a levar de novo o assunto à discussão na Assembleia da Republica.

O Tratado Orçamental Europeu, ao impor um défice público inferior a 0.5 % do PIB, proíbe o Estado de adaptar o seu orçamento às necessidades da economia e do emprego e não permitirá devolver o que foi roubado no últimos anos, nem repor salários e pensões. Para o Bloco de Esquerda, é improvável que qualquer país consiga cumprir as regras deste tratado, cuja aplicação implicaria novos cortes no Orçamento de Estado ao longo de mais de vinte anos e prevê castigos pesados, multas e mais austeridade imposta pela Comissão Europeia.
Esta iniciativa contou com a presença de José Luís Araújo, coordenador concelhio e de Pedro Soares, coordenador nacional do BE e ficou bem patente a insatisfação e mesmo revolta da população famalicense para com o governo PSD/CDS que continua a impor enormes sacrifícios à população com aumento de impostos, cortes em salários, pensões e apoios sociais e degradação dos serviços públicos.