Share |

Administrador do Intermarché condenado por atropelar Piquete de Greve

Greve Geral Intermaché Piquete
Correio da Manhã

Alfredo Guimarães, o administrador do Intermarché de Calendário à data da Greve Geral de 24/11/2010 e que atropelou o Piquete de Greve causando danos físicos em duas dirigentes,  foi condenado a três anos de prisão pelo Tribunal Criminal de Famalicão pelos  crimes de ofensas à integridade física qualificadas e por um crime de detenção de arma proibida.

Segundo o tribunal, o administrador  que surgiu ao volante de um automóvel «de grande porte» e a uma «velocidade excessiva para o local», apontou o veículo na direção do piquete e atingiu duas sindicalistas.

A suspensão da pena prisão fica condicionada ao pagamento, por parte do arguido e no prazo de um ano, a entregar a associações de bombeiros de Famalicão a quantia de 1500 euros.

 Para a União de Sindicatos de Braga, «serve o exemplo para patrões que, com estas atitudes, demonstram não saber viver em democracia»