Share |

Bloco defende resgate dos direitos do trabalho

Ana Rute Marcelino e Miguel Martins, candidatos do Bloco de Esquerda ao Parlamento Europeu, estiveram, nesta terça-feira, em Vila Nova de Famalicão, em contacto com a população na feira semanal e com os trabalhadores e trabalhadoras da Riopele e Continental Mabor.

Os bloquistas salientam que estas ações de campanha visam "divulgar as propostas do partido no âmbito laboral, como a criação de emprego, o combate à precariedade, o apoio às pequenas e médias empresas", defendendo "um regime da proteção do trabalho em que os contratos sem termo sejam regra e a contratação coletiva volte a abranger a maioria dos trabalhadores".

Ana Rute Marcelino afirma também que deve ser exigido o "cumprimento escrupuloso da legislação laboral na empresas, de forma a garantir que os trabalhadores e seus direitos são respeitados". A candidata acrescenta ainda que "a fiscalização deve ser ainda mais rigorosa quando há apoios públicos à atividade", referindo-se, por exemplo, ao caso da Campos & Campos, em que "foram atribuídos milhões de euros de fundos comunitários, mas as dívidas aos trabalhadores, por salários e subsídios em atraso, acumulam-se".

A famalicense referiu ainda a necessidade da criação de emprego e das qualificações. "Uma economia desenvolvida deve apostar na qualificação e na criação de postos de trabalho que absorvam estas pessoas, para que, através da inovação, as assimetrias entre países da União Europeia sejam esbatidas", concluiu.