Share |

Bloco quer valorizar o emprego e combater a perda de direitos laborais

O cabeça de lista do Bloco de Esquerda por Braga às Eleições Legislativas, acompanhado por outros candidatos, esteve na feira semanal de Joane, Vila Nova de Famalicão, para divulgar as prioridades do partido para estas Eleições Legislativas.

José Maria Cardoso salientou que “o emprego com direitos está no centro da ação política do Bloco”, propondo “políticas capazes de criar e distribuir o emprego, qualificando o país, reduzindo o horário de trabalho e combatendo as múltiplas formas de desregulação e prolongamento dos horários e do trabalho extraordinário não pago”.

O candidato critica as alterações à legislação laboral feitas no final do mandato pelo Governo PS com o apoio do PSD e CDS, afirmando que é necessário “combater a precariedade dos contratos a termo, temporários e outsourcing, bem como uma reforma do IRS que preveja mais escalões, de forma a baixar os impostos para os níveis salariais mais baixos”.

O bloquista refere ainda “o problema da economia assente em baixos salários”, propondo um conjunto de medidas que visam a melhoria da qualidade de vida da população, como “o aumento do salário mínimo para 650 euros em 2020 e de pelo menos 5% nos seguintes, relançamento da contratação coletiva, redução do horário de trabalho para 35 horas semanais no privado e no público, garantia de mais direitos para quem trabalha por turnos e alargamento dos direitos de parentalidade”.