Share |

Bloco questiona Governo sobre poluição no Rio Pele

Imagem retirada de https://www.facebook.com/juntafreguesiacasteloes

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda questionou o Governo sobre poluição no Rio Pele, em Vila Nova de Famalicão. Em causa estão denúncias de dois episódios de descargas poluentes, denunciadas pela Junta de Freguesia de Castelões, no dia 13 de Outubro e no dia 18 de Junho.

Segundo os deputados do Bloco de Esquerda eleitos por Braga, José Maria Cardoso e Alexandra Vieira, apesar da participação da autarquia ao SEPNA da GNR e à Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, “não se conhece os resultados dessas queixas e as descargas continuam a acontecer”.

No documento entregue na Assembleia da República, o Bloco de Esquerda afirma que é “urgente a identificação e eliminação dos focos de poluição e a punição dos poluidores, de forma a evitar estes episódios, bem como proceder à reabilitação do rio para proteger o ecossistema”.

Os bloquistas querem, por isso, conhecer “que medidas vai o Ministério do Ambiente e da Ação Climática tomar para garantir a identificação das entidades poluidoras, a sua responsabilização, a cessação dos focos poluidores e a despoluição da linha de água afetada”, e "que medidas o Ministério assumiu ou vai assumir, eventualmente em articulação com o Município de Vila Nova de Famalicão, para acabar com as descargas poluidoras e garantir a boa qualidade do Rio Pele e de toda a bacia hidrográfica do Rio Ave”.

O rio Pele tem uma extensão aproximada de 22km e é um dos principais afluentes do Rio Ave. Nasce na freguesia de Oleiros, atravessa as freguesias de Vermil, Santa Maria de Airão, no concelho de Guimarães, e as freguesias de Joane, Pousada de Saramagos, Castelões, no concelho de Vila Nova de Famalicão, até desaguar no rio Ave, no concelho de Santo Tirso.

AnexoTamanho
pergunta_maac_poluicaoriopelevnf.pdf150.82 KB