Share |

Falta de material leva Hospital Famalicão a justificar adiamento de cirurgias  

Após a Comunicação Social ter noticiado adiamentos de cirurgias no Centro Hospitalar do Vale do Ave, em Famalicão, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda questiona o Governo se está confrontado com algum problema grave de falta de material que traga perturbações ao normal funcionamento do Hospital de Famalicão, nomeadamente ao adiamento de alguma cirurgia programada. A informação fornecida pelos serviços do Hospital referia-se a falta de material como justificação para que a cirurgia tivesse sido desmarcada.

O deputado Pedro Soares pretende ainda esclarecimentos sobre a capacidade de internamento do Centro Hospitalar do Vale do Ave e se, por essa razão, tem procedido ao adiamento de cirurgias.

O Bloco pretende ainda que o Governo refira se tem conhecimento das situações dadas a conhecer publicamente pela Comunicação Social que levaram ao adiamento, por duas vezes, de uma cirurgia no Hospital de S. João de Deus, em Famalicão. O caso em concreto refere-se a um duplo adiamento da referida intervenção cirúrgica e que levou o Centro Hospitalar do Vale do Ave a adiar sine die uma cirurgia que chegou a estar programada há quase três meses.

O deputado Pedro Soares questiona se esse adiamento estaria relacionado com falta de material para a sua execução, alegadamente problemas com a esterilização de um equipamento. O Centro Hospitalar voltou a marcar a referida cirurgia para o dia 24 de Fevereiro. Porém, quatro dias antes dessa data, os serviços do Centro Hospitalar entraram em contacto com a utente a desmarcar novamente a intervenção cirúrgica e a adiá-la sine die.

AnexoTamanho
pergunta_hospital_famalicao.pdf340.99 KB