Share |

Obras nas unidades de cuidados primários de Famalicão, Ribeirão e Requião são prioritárias.

Pedro Soares e José Luís Araújo reunidos com a drª. Diana Moreira, diretora do ACES Famalicão

Pedro Soares defende uma intervenção prioritária nos edifícios do Centro de Saúde Famalicão I e das Unidades de Saúde Familiar de Ribeirão e de Requião para melhoria da qualidade de serviços. No concelho, estas três unidades são as que necessitam de obras imediatas. Preocupações também partilhadas durante a visita ao Centro de Saúde de Famalicão I pelo responsável da concelhia de Vila Nova de Famalicão, José Luís Araújo, durante um encontro com responsáveis daquelas unidades. “Estas infraestruturas não foram criadas de raiz e ao longo dos anos apenas foram alvo de pequenas intervenções de modo a conseguir dar uma melhor resposta ao elevado número de utentes que têm”, explica o deputado do bloco. 

Uma outra preocupação de Pedro Soares é o parque automóvel que permite assistência médica ao domicílio no concelho de Vila Nova de Famalicão. “Com o envelhecimento da população esta questão levanta grandes preocupações, uma vez que todo o parque automóvel está obsoleto numa altura em que é cada vez mais solicitada”, indicou o deputado Pedro Soares.

Com esta visita, Bloco pretende fazer um levantamento ao nível do distrito em matéria de cuidados de saúde. A articulação do Centro de Saúde de Famalicão I com o serviço de urgências do Centro Hospitalar do Médio Ave, em particular no pico do surto de gripe, levou ao alargamento do horário de atendimento nas urgências da USF. “Não foi suficiente devido ao envelhecimento populacional, sobretudo no que se refere às necessidades particulares de cuidados médicos nestes utentes”, diz Pedro Soares. Informações recolhidas junto das responsáveis. O deputado do bloco defende, por isso, “a readaptação do SNS à realidade demográfica de cada território”.