Share |

BE promoveu conversa sobre Precariedade em Joane

Bar Contemplarte em Joane

Foi na noite de sexta-feira, dia 30 que o Bloco de Esquerda de Famalicão juntou jovens para conversar sobre precariedade com o deputado do BE José Soeiro. A sessão tinha como objetivo abordar as principais dimensões do trabalho sem direitos e apontar linhas de intervenção futura.

O deputado bloquista começou por expor as razões que, no seu entender, promovem a precariedade laboral. “O emprego precário é provocado pela própria legislação laboral, que assume o papel mais fraco dos trabalhadores, bem como por políticas ativas de emprego, que permitem às empresas a rotação de estagiários nas mesmas funções”, referiu José Soeiro.

Numa sessão bastante participada, os jovens presentes puderam partilhar experiências e debater algumas ideias de uma forma descontraída.

Uma professora demonstrou, também que, perversamente, é o próprio Estado a criar emprego sem direitos. ”Já experimentei todos os tipos de precariedade, desde recibos verdes até contratos mensais”, refere esta professora, “tenho trinta anos e moro com os meus pais, pois com estes vínculos precários e salários baixos seria impossível ter a minha própria casa”, concluiu.

Outra pessoa lamentou o facto da cultura do medo estar instalada na generalidade das empresas. “Na fábrica onde trabalho, o patrão abusa dos funcionários/as, porque estes não conhecem os seus direitos”, explicou a jovem empregada da industria famalicense, lançando o repto à plateia “temos de sair à rua, não podemos ficar calados, quando nos querem retirar os direitos que os nossos pais conquistaram”.

A sessão terminou com o deputado José Soeiro a abordar informalmente outras questões de interesse para os jovens presentes, como a legalização do trabalho sexual e a descriminalização do consumo de drogas leves.

O Bloco de Esquerda de V. N. de Famalicão irá promover outras iniciativas deste género em diferentes locais do concelho, com temáticas vocacionadas para a juventude.