Share |

A Taxa de IMI é um Rombo

A Câmara fala em estabilidade, no entanto a receita do IMI não tem parado de crescer. A atualização da avaliação dos imóveis fez com que, desde 2011, nos anos em que a crise  mais atingiu as famílias famalicenses, as receitas municipais com este imposto tivessem aumentado 2 milhões de euros.

O Bloco Defende

Como o processo de avaliação dos imóveis tende a estabilizar e porque a Câmara se vangloria da boa saúde financeira do Município, entendemos que esta pode e deve ajudar as famílias famalicenses neste período de crise, baixando a taxa de IMI para o valor mínimo. Tal já se verifica em grande parte dos concelhos, obtendo-se assim realmente uma estabilidade para o munícipe.

Propomos:
• Baixar a taxa de IMI para 0.325% já em 2015
• Reduzir para o valor mínimo em 2016