Share |

Bloco quer “mudar a política local" em Oliveira São Mateus

Na sexta-feira à noite, em Oliveira São Mateus, Vila Nova de Famalicão, o Bloco de Esquerda apresentou a candidatura à Junta de Freguesia de Oliveira São Mateus. Na apresentação intervieram Catarina Ferraz, candidata à Assembleia Municipal de Famalicão, Diogo Barros e Carla Ribeiro, número um e dois da lista concorrente à Junta de Freguesia de Oliveira São Mateus e Raquel Azevedo, dirigente concelhia do Bloco de Esquerda de Famalicão.

Catarina Ferraz introduziu uma das principais preocupações do Bloco de Esquerda em Famalicão, a mobilidade e os transportes públicos, referindo que “as ligações entre Oliveira São Mateus e o centro urbano são escassas, e para algumas pessoas, até mesmo nulas”, assumindo o compromisso de pugnar por “uma aposta colossal nos transportes públicos, aumentando as rotas dos mesmos dentro de freguesias mais descentralizadas”.

Diogo Barros, cabeça de lista à Junta de Freguesia de Oliveira São Mateus pelo Bloco de Esquerda, fez o compromisso de lutar para “mudar a política local, dando prioridade às pessoas e servi-las”, criticando o estado atual de Oliveira São Mateus, referindo que “em pleno 2021 ainda temos casas sem saneamento básico, ruas em terra, outras em mau estado. Temos um parque desportivo deixado ao abandono, uma centralização em que só o Quinteiro importa deixando outras zonas da freguesia sem intervenção.

O candidato do Bloco de Esquerda frisou que “ninguém pode ficar para trás”, fazendo o compromisso de criar um gabinete para “intervir junto de famílias em situação de emergência social, apoiar as vítimas de violência, auxiliar a integração de migrantes e ajudar no preenchimento da declaração de rendimentos e provas de vida”.

Carla Ribeiro, analisou a situação atual da freguesia, aludindo à necessidade de “acabar com a política de estagnação em que nada se muda e nada se faz na freguesia”, fazendo o compromisso de “acabar com a falta de transparência e com a falta de participação cívica, não aceitamos que sejam os mesmos de sempre, as famílias de sempre a comandar a freguesia”.

Na sua intervenção, Raquel Azevedo frisou o facto de ser a primeira vez que o Bloco de Esquerda apresenta candidatura em Oliveira São Mateus, com Diogo Barros, um jovem de 18 anos como cabeça de lista. Na sua intervenção focou “a importância de continuar a lutar pelo ambiente, sobretudo aqui que estamos perto do Rio Ave, que foi e continua a ser punido pelos grandes capitalistas”.